Resenha: Eu amo meu chefe


Tudo o que Anne Thomas queria era ser reconhecida pela sua inteligência e não por sua beleza, mas a partir do momento em que começou a trabalhar para Henry White, tudo o que ela desejava era ser notada pelo seu chefe.


Passados quatro anos trabalhando juntos, Anne ainda é apaixonada por Henry, mas o que ela não percebe é que Henry também é apaixonado por ela.


Henry é um homem consciente da sua beleza e do seu poder de sedução, mas não sabe como fazer para se declarar para Anne, porém após quatro anos de tormento, acaba tomando coragem e se declarando para Anne.


Os dois finalmente vivem o tão sonhado “felizes para sempre”, mas sempre tem um porém, Henry é muito ciumento e não quer que Anne posse como modelo para a divulgação de uma linha de lingerie, com jeito Anne consegue convencer o seu amado e as fotos são um sucesso.


No dia do lançamento da coleção, Olívia, a antiga namorada de Connor, sócio de Henry, tenta assustar Mia, a namorada de Connor, quando todos tentam deter Olívia, num momento de desespero Henry atira no comparsa de Olívia que atira nele como vingança, porém Anne pula na frente e leva o tiro no lugar de Henry, antes de desmaiar Anne confessa estar grávida.


Será que Anne sobrevive? E o bebê também conseguirá escapar ileso?

Somente lendo “Eu amo meu chefe” e acompanhando a história de Henry e Anne para saber.


Esta história é o desenrolar de um casal que faz parte de outra linda história “Toma-me”.


Isto mesmo, Eu amo meu chefe é spin off do livro Toma-me, mas não deixa nada a desejar.


A autora Lysa Moura, acertou ao relatar a história de cada casal participante do seu primeiro livro, nada mais gostoso do que saber como aconteceu cada história de amor.


Fiquem atentos pois ainda virão histórias de outros casais do livro.

Posts Em Destaque
Posts Recentes
Arquivo
Procurar por tags
Siga
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square
Institucional
©2020 por Editora Sonho de Livro.
Contato
WhatsApp:
(37) 9 9125-1495
Social