Cowboy Cretino

Maria e Henry. Um homem e uma mulher.

Um alto e uma baixa. Ele é moreno e ela é loira. Ela tem trinta anos, enquanto ele tem vinte e quatro. Um homem sarado, e uma mulher acima do peso. Ela é recém-divorciada, já ele nunca teve um relacionamento sério. Um é ateu e a outra, filha do pastor. Um estrangeiro e uma patriota. Uma mulher criada para seguir as tradições, e ele um bastardo fruto de uma traição.

Ela detesta morenos e ele, detesta as loiras.

Os dois com um passado que fazem questão de esquecer e deixar para trás. Ambos são figuras públicas, porém, arrancando admiradores por motivos completamente distintos.

Um não tem absolutamente nada a ver com o outro, ainda assim, o destino pouco importa para as probabilidades e padrões.

Eles se chocam e a partir daí, o que é preto e branco se torna cinza. Dois mundos díspares se colidindo diariamente, e por mais que o ódio pareça vencer, o amor não desistirá fácil.

Ela só queria esquecer que um dia conheceu e foi tudo aquilo que esperavam dela para um homem, ainda assim, eis que cruza o seu caminho o tipo que ela mais abomina. Tudo que a instruíram a ser diante de um homem ele derrubará, pois ele é um Cowboy Cretino.

O pior tipo de homem, diziam a ela, porém, ele mostrará que ser cretino pode ser o melhor que acontecerá em sua vida. Os opostos se atraem e essa carga atrativa ambos possuem, mas isso será o suficiente?

Cowboy Cretino

R$28.00Preço